Marília era uma pessoa muito infeliz e frustrada. Tinha um filho que se chamava Bernardo. Muitas vezes Marília se irritava com uma série de situações e descontava no filho. Por muitas vezes o menino sofreu com as agressões da mãe. Desde os sete anos de idade, apanhou muito em várias ocasiões. Acabou se tornando uma pessoa revoltada. Bernardo cresceu e teve filhos. Por conta das surras que levava, ficou deprimido e não conseguiu realizar o que desejava em sua vida. Assim, seguiu o mesmo caminho de sua mãe e começou a agredir os próprios filhos. Batia neles sem dó e seguiu esse padrão até a sua morte. As mesmas agressões que ele sofreu de sua mãe ele impunha aos seus próprios filhos. [Continue lendo]

Powered by WPeMatico